Concursos Jurídicos

Fórum oficial do Site Concursos Jurídicos
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 concurso

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 21 ... 37  Seguinte
AutorMensagem
mirus



Feminino Número de Mensagens : 15
Data de inscrição : 26/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 4:17 pm

Pessoal chamaram as pessoas pelo nome e quem tava lá pode ver sua prova. A coreção é dividida em 3 partes mas não fica claro o critério de correção, as notas parecem que foram colocadas de forma aleatória, o que dificulta o recurso. Deu para perceber que quem foi bem foram aqueles que nao deram a posse.
Outra coisa absurda: eles nao deixam tirar cópia da prova, tinha gente tirando foto ou copiando a resposta. um absurdo....
Vão ser publicadas as notas na semana quem vem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
runner

avatar

Feminino Número de Mensagens : 339
Data de inscrição : 04/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 4:23 pm

nao pode copiar a prova???
q absurdo é esse???

no prazo do recurso eles tem q dar cópia da prova e uma prova espelho!!!

e a situacao com o MP como está?


mirus escreveu:
Pessoal chamaram as pessoas pelo nome e quem tava lá pode ver sua prova. A coreção é dividida em 3 partes mas não fica claro o critério de correção, as notas parecem que foram colocadas de forma aleatória, o que dificulta o recurso. Deu para perceber que quem foi bem foram aqueles que nao deram a posse.
Outra coisa absurda: eles nao deixam tirar cópia da prova, tinha gente tirando foto ou copiando a resposta. um absurdo....
Vão ser publicadas as notas na semana quem vem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
goldeplacaII



Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/04/2009

MensagemAssunto: ola   Qua Abr 08, 2009 4:48 pm

eu coloquei q nao poderia!
ano sei a minha nota pois nao fui busca-la
alguem colocou q nao poderia e passou>?

aqueles q passaram tiraram q nota?
abs
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mirus



Feminino Número de Mensagens : 15
Data de inscrição : 26/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 4:54 pm

Olha Runner, também acho um absurdo isso, mas as pessoas que estavam lá disseram que não haveria possibilidade de tirar cópia depois para recurso, tanto é que eu mais alguns registramos em ata que não tivemos acesso a prova para cópia.
Quanto ao espelho da prova, isso nem passa pela cabeça deles, pelo menos é o que parece. Por isso acho que temos que exigir mais transparencia no tocante aos critérios de correçao, que conforme a prova é: a) desempenho técnico-jurídico ( 60 pontos); b) boa técnica redacional ( 20 pontos) e c) correção no uso da lingua pontiguesa (20 pontos).

O que é levado em consideração nessa boa técnica redacional???? Eles decontaram de todo mundo isso, de uns muito e de outros menos, sem dizer nada. Não temos parâmetros para recorrer..
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
goldeplacaII



Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/04/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 4:54 pm

goldeplacaII escreveu:
eu coloquei q nao poderia!
ano sei a minha nota pois nao fui busca-la
alguem colocou q nao poderia e passou>?

aqueles q passaram tiraram q nota?
abs
jocolor jocolor jocolor jocolor jocolor lol!

alguem está conectado????? affraid affraid affraid affraid affraid Suspect
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
goldeplacaII



Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/04/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 4:58 pm

[quote="goldeplacaII"]
goldeplacaII escreveu:
eu coloquei q nao poderia!
ano sei a minha nota pois nao fui busca-la
alguem colocou q nao poderia e passou>?

aqueles q passaram tiraram q nota?
abs
jocolor jocolor jocolor jocolor jocolor lol!

alguem está conectado????? affraid affraid affraid affraid affraid Suspect[/quote


alguem rodou?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mrb78



Feminino Número de Mensagens : 22
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:05 pm

alguém sabe como o "casal" foi na prova? Question
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
goldeplacaII



Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/04/2009

MensagemAssunto: ABSURDO!   Qua Abr 08, 2009 5:10 pm

novamente a minha pergunta:
alguem negou a posse e passou?
abs


Última edição por goldeplacaII em Qua Abr 08, 2009 5:24 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
goldeplacaII



Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/04/2009

MensagemAssunto: nao tem ninguem conectado !!!!   Qua Abr 08, 2009 5:17 pm

afro afro afro afro afro afro geek jocolor jocolor jocolor jocolor

ALGUEM SE MANIFESTA!!!!!!!!!!!!!$%^@#^%$@#!^@%$ alien
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
runner

avatar

Feminino Número de Mensagens : 339
Data de inscrição : 04/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:24 pm

eu nao pude ir
me disseram q pode ir amanha ver a prova pra recorrer, mas nao conferi a informaçao ainda

querem saber?

acho q vamos ter q entrar com MS por causa dessa correçao

palhaçada

precisa ter espelho sim!!!

como vao justificar os descontos???

minha sugestao : vamos reunir quem conseguiu copiar a resposta da prova pra comparar as avaliacoes.

qto ao MS, cabe desde já.

to p... da vida com esse concurso.

ah, vcs viram q anularam um concurso no DF por suspeita de fraude??? lá, pq um assessor de um bonito fez a prova e passou.
mera coincidencia???


Última edição por runner em Qui Abr 09, 2009 12:18 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
runner

avatar

Feminino Número de Mensagens : 339
Data de inscrição : 04/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:24 pm

Mirus!!!

Mto bom terem registrado em ata q nao podia tirar cópia da prova!!!

mirus escreveu:
Olha Runner, também acho um absurdo isso, mas as pessoas que estavam lá disseram que não haveria possibilidade de tirar cópia depois para recurso, tanto é que eu mais alguns registramos em ata que não tivemos acesso a prova para cópia.
Quanto ao espelho da prova, isso nem passa pela cabeça deles, pelo menos é o que parece. Por isso acho que temos que exigir mais transparencia no tocante aos critérios de correçao, que conforme a prova é: a) desempenho técnico-jurídico ( 60 pontos); b) boa técnica redacional ( 20 pontos) e c) correção no uso da lingua pontiguesa (20 pontos).

O que é levado em consideração nessa boa técnica redacional???? Eles decontaram de todo mundo isso, de uns muito e de outros menos, sem dizer nada. Não temos parâmetros para recorrer..
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
goldeplacaII



Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/04/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:25 pm

santa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Seafina



Masculino Número de Mensagens : 21
Data de inscrição : 08/04/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:28 pm

Pessoal,
Eu tbm estou ansioso, mas acredito que vcs estejam mais rsrsrs
Acho supernatural que "não sejam divulgados todos os critérios" de correção.
Quer dizer, "técnica jurídica", "redacional" e correção de portugues já são critérios...
Por óbvio que dentro desses requisitos haverá uma subjetividade, mas isso há em todo
e qualquer concurso...independente de ser de POA, de ser da CONESUL e tudo o mais.....

Quanto a dar as notas por telefone, eu tbm acho que não é possível, e nada há que viole nossos direitos por isso....

Sobre "não dar a posse", eu coloquei que precisava a aprovada apresentar uma "Certidão Negativa de Naturalização"....se não apresentasse, não teria posse. Se apresentasse, teria a posse, porque "não votar" equivale a "não ter obrigações eleitorais"e, pois, o requisito para a posse estaria preenchido....

Agora é aguardar para ver se passo!! Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
runner

avatar

Feminino Número de Mensagens : 339
Data de inscrição : 04/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:28 pm

Vejam

http://www.db.com.br/noticias/?70182
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
runner

avatar

Feminino Número de Mensagens : 339
Data de inscrição : 04/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:31 pm

Subjetividade??? A questao era sobre decisao a ser tomada pela Administração Pública!!!
Precisa ter uma resposta devidamente motivada!!!

Se eu fizer isso (serv público estadual) onde eu trabalho, me dão de relho! Hahaha Vao pedir pra eu justificar direitinho!!!

Precisam sim apresentar um espelho demonstrando a forma correta e a resposta q seria a correta! Claro q a técnica redacional é mais subjetiva, mas só!!!


Seafina escreveu:
Pessoal,
Eu tbm estou ansioso, mas acredito que vcs estejam mais rsrsrs
Acho supernatural que "não sejam divulgados todos os critérios" de correção.
Quer dizer, "técnica jurídica", "redacional" e correção de portugues já são critérios...
Por óbvio que dentro desses requisitos haverá uma subjetividade, mas isso há em todo
e qualquer concurso...independente de ser de POA, de ser da CONESUL e tudo o mais.....

Quanto a dar as notas por telefone, eu tbm acho que não é possível, e nada há que viole nossos direitos por isso....

Sobre "não dar a posse", eu coloquei que precisava a aprovada apresentar uma "Certidão Negativa de Naturalização"....se não apresentasse, não teria posse. Se apresentasse, teria a posse, porque "não votar" equivale a "não ter obrigações eleitorais"e, pois, o requisito para a posse estaria preenchido....

Agora é aguardar para ver se passo!! Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
runner

avatar

Feminino Número de Mensagens : 339
Data de inscrição : 04/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:34 pm

Querem saber o motivo da necessidade de PUBLICACAO DA BANCA???

Para evitar isso:

07/10/2008 - 08h08

DECISÃO

STJ mantém nulidade de concurso em que um dos candidatos é parente de membro da banca

A nulidade do ato que constituiu banca examinadora de concurso público atinge todos os atos posteriores do certame, inclusive o resultado final com a lista dos aprovados. O entendimento é da Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Os ministros rejeitaram o recurso de dois candidatos aprovados em concurso público realizado para o cargo de cirurgião-dentista da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, que acabou anulado porque o concorrente classificado em primeiro lugar era parente de um dos membros da banca examinadora. A decisão da Turma foi unânime.

Para o ministro Napoleão Nunes Maia Filho, relator do processo, a irregularidade, “consubstanciada na participação de candidato parente consangüíneo de membro de banca examinadora, impõe a anulação do certame, que, desde o início, estava inquinado de ilegalidade”. Além disso, segundo o ministro, “a decretação de nulidade de concurso é ato impessoal, que atinge todos os candidatos que dele participaram e não apenas o candidato que deu origem à nulidade por ser parente do examinador”.

Parente na banca

O concurso foi realizado para o cargo de cirurgião-dentista da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (DF). Ao ser informado de que um dos candidatos era parente consangüíneo de um dos membros da banca examinadora, o secretário distrital proferiu ato para determinar a anulação do concurso e a realização de novas provas. O concorrente é irmão de um dos membros da banca e foi aprovado em primeiro lugar no certame.

Inconformados, os aprovados na prova objetiva, de maneira regular, nas 19ª e 39ª colocações entraram com mandado de segurança contra o ato do secretário do DF que determinou a anulação do concurso. O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) rejeitou o pedido. Os candidatos recorreram ao STJ afirmando que a correção do ato irregular que teria beneficiado, ilicitamente, um concorrente, não poderia prejudicar os demais aprovados, por eles serem idôneos, além de se presumir que o processo seletivo ocorreu sem falhas com relação aos demais candidatos.

O DF, por meio de sua Procuradoria, contestou o recurso. Na contestação, ressaltou que o ato administrativo do secretário de saúde foi imposto com base no Decreto Distrital 21.688/00, que dispõe sobre concurso público na Administração Pública do DF. O artigo 24 do decreto prevê o impedimento de participação em banca examinadora de cônjuge de candidato ou seu parente, consangüíneo ou afim, até o terceiro grau.

Princípio da Legalidade

O ministro Napoleão Nunes Maia Filho negou o recurso. Para o relator no STJ, o decreto anulatório foi corretamente fundamentado e “alcança todos os candidatos, aprovados ou não, que terão, a toda evidência, direito a realizar novo certame, agora isento de parcialidade”. Para o ministro, “não somente a prova realizada pelo irmão do examinador é nula, mas toda a primeira fase, que teve a avaliação elaborada por comissão examinadora constituída em descompasso com a legislação; a decretação de nulidade de concurso é ato impessoal, que atinge todos os candidatos que dele participaram e não apenas aquele parente do examinador”.

O relator salientou, ainda, que a causa da nulidade do certame é “a presença de membro impedido de exercer o ofício, por possuir vínculo de parentesco com postulante ao cargo, na comissão examinadora”. Além disso – enfatizou o ministro – “a Administração atua sob a direção do princípio da legalidade (artigo 37 da CF), que impõe a anulação de ato que, embora emanado da manifestação de vontade de um de seus agentes, contenha vício insanável, para o fim de restaurar a legalidade violada”.

Coordenadoria de Editoria e Imprensa affraid
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
goldeplacaII



Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/04/2009

MensagemAssunto: NAO COLOQUEI NADA DISSO   Qua Abr 08, 2009 5:34 pm

To achando que teremos muitas respostas diferentes por fundamentos diversos....

Olha: com subjetivismo há mas arbitrariedades ...

Se um colega diz q pode dar posse fundamentando em jurisprudencia minoritaria é possivel atribuir uma boa nota ao candidato.
Já fiz mais de um concurso e a banca considerou certa mais de uma resposta....

mas isso foi justificado pela banca!
em pacerer como esse da provinha seria necessario que fosse publicado o modelo de resposta, com as devidas justificativas.
sem motivo o ato está repleto de arbitrariedades. muito maiores do que supostas irregularidades.

SMJ, futuro promotor...
tenham fé !
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
runner

avatar

Feminino Número de Mensagens : 339
Data de inscrição : 04/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:38 pm

11/4/2008


MP-PR pede anulação de concurso público por suposta fraude







A
Promotoria de Justiça de Cândido de Abreu, na região central do Estado,
propôs ontem (10) ação cautelar contra o Município por fraude em
concurso público. De acordo com inquérito civil conduzido pelo
Ministério Público do Paraná, o teste seletivo para a contratação de
servidores, promovido em março deste ano pela Câmara Municipal, estaria
comprometido por diversas irregularidades. O candidato Matheus Sêga
Filho, irmão de um assessor jurídico da Câmara Municipal, também foi
citado na ação. Ele é acusado de ser beneficiado pelo esquema. O
promotor de Justiça Leandro Antunes Meireles Machado, que assina a
medida, pediu, liminarmente, a suspensão imediata do ato de nomeação de
Matheus, que no último dia 9 assumiu o cargo de “controle interno” da
Câmara.
Na ação, o promotor conta que o MP-PR recebeu diversas denúncias –
anônimas e formais – de que o concurso teria sido conduzido de forma
escusa, com o propósito maior de beneficiar o irmão do assessor Robson
Luiz Sêga, Matheus. “Temos a informação de que ele (Robson) teria
influência sobre diversos vereadores e que o certame estaria sendo todo
direcionado para que o irmão fosse aprovado em primeiro lugar”, diz
Machado. “Chegamos a realizar uma diligência no dia das provas, para
evitar a fraude, mas ele (Matheus) já havia conseguido uma cópia do
gabarito ou da prova”, afirma o promotor.
O MP-PR sustenta ainda que há irregularidades sérias em todo o
concurso. “Constatamos que a empresa que organizou e realizou as provas
foi contratada diretamente por Robson Luiz Sêga, que, mesmo não
constando oficialmente nessa função, ficou responsável por todas as
decisões pertinentes ao processo”, diz Machado. “Isso é confirmado em
depoimentos de integrantes da comissão que foi designada para
fiscalizar, que dizem não ter tido nenhuma participação no processo,
sequer contato com a empresa contratada. Dois deles, inclusive, estavam
de férias no período em que foi realizado o concurso”, afirma. A
Promotoria destaca outro problema grave – a tal empresa contratada por
Robson seria na verdade uma “empresa fantasma”. “Como descrevo na ação,
entendo que esse concurso público está totalmente viciado”, diz o
promotor.
Além dessa ação cautelar ajuizada hoje, o MP-PR deve propor em até
30 dias ação civil pública por prática de ato de improbidade
administrativa contra todos os envolvidos no esquema. Uma eventual
condenação por ato de improbidade pode implicar em sanções como a perda
da função pública, a suspensão dos direitos políticos e o pagamento de
multa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
goldeplacaII



Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/04/2009

MensagemAssunto: cansei   Qua Abr 08, 2009 5:39 pm

quero a minha nota!
amanha irei busca-la pessoalmente e pedirei algumas explicacoes ao coordenador do concurso...
sou cidadao e pago meus impostos....

se for bem ou mal nunca saberei o porque?
é a vida do concurseiro!

abs
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
runner

avatar

Feminino Número de Mensagens : 339
Data de inscrição : 04/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:41 pm

Vou fazer o mesmo!
Amanha vou lá!

Que horas tu vais??? Seria bom a gente ir no mesmo horário pra ver se dá uma pressão neles...

goldeplacaII escreveu:
quero a minha nota!
amanha irei busca-la pessoalmente e pedirei algumas explicacoes ao coordenador do concurso...
sou cidadao e pago meus impostos....

se for bem ou mal nunca saberei o porque?
é a vida do concurseiro!

abs
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
runner

avatar

Feminino Número de Mensagens : 339
Data de inscrição : 04/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:44 pm


MPDFT anula Concurso Público





O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios,
após reunião com o Conselho Superior, anulou o 24º Concurso Público
para Promotor de Justiça Adjunto realizado em 29/03/2009 no Instituto
de Ensino Superior de Brasília.

Foi constatado que o primeiro colocado no concurso era assessor de um membro da comissão do concurso.

Não
está caracterizado fraude, conforme informou o Procurador Geral,
Leonardo Bandarra, mas fere os princípios constitucionais de moralidade
e impessoalidade.

O concurso foi realizado pela Fundação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios - FESMPDFT.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
goldeplacaII



Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/04/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:48 pm

runner escreveu:
Vou fazer o mesmo!
Amanha vou lá!

Que horas tu vais??? Seria bom a gente ir no mesmo horário pra ver se dá uma pressão neles...

goldeplacaII escreveu:
quero a minha nota!
amanha irei busca-la pessoalmente e pedirei algumas explicacoes ao coordenador do concurso...
sou cidadao e pago meus impostos....

se for bem ou mal nunca saberei o porque?
é a vida do concurseiro!

abs



NAO SEI AINDA Q HORAS EU VOU, POIS DEPENDO DE ALGUNS FATORES...ESTOU TRABALHANDO EM OUTRO ORGAO PUBLICO NESSE MOMENTO..
DEPENDO DE AUTORIZACAO PARA SAIR!
Q EU VOU EU VOU!
ABS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aidel



Feminino Número de Mensagens : 44
Data de inscrição : 08/04/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:51 pm

Gentes,
eu estive lá hoje e vi minha prova. Não especulei a nota dos outros, pq nem sempre as pessoas estão a fim de mostrar, mas pelo que percebi as pessoas que colocaram a negativa de posse levaram notas melhores. Foi a minha resposta.
Descontaram pontos do meu português porque comecei escrevendo Porto Alegre com letra minúscula e por cima coloquei um P maiusculo. Não usei corretivo porque achei que a ementa seria pior que o soneto. Me enganei. Outro desconto que notei foi porque coloquei lei complementar em letras maiúsculas.Cheguei a essas conclusões pois, estavam circuladas em vermelho.
Na parte jurídica, não faço nem idéia do que me descontaram, só sublinharam em vermelho na parte de falo da manutenção de negativa de posse.
Veremos no que dará, mas acho que as notas não foram muito baixas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
LAQUE



Feminino Número de Mensagens : 149
Data de inscrição : 26/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 5:58 pm

Também estive lá.
Neguei a posse. E me dei bem...
Mas, vi respostas de pessoas que deram a posse e tiraram boas notas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
runner

avatar

Feminino Número de Mensagens : 339
Data de inscrição : 04/03/2009

MensagemAssunto: Re: concurso   Qua Abr 08, 2009 6:00 pm

Aidel e Laque

Vcs se importariam de dizer a nota de vcs? De preferencia, a pontuacao por partes (3)?

flower
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: concurso   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
concurso
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 6 de 37Ir à página : Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 21 ... 37  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Concursos Jurídicos :: Concursos :: Concursos em andamento-
Ir para: